quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Poema à Mãe Aparecida

Este poema, dedicado a Nossa Senhora Aparecida, pode ser usado em um jogral, apresentado pelas crianças e adolescentes na Celebração de Nossa Senhora, no dia 12 de outubro. Para fazer o jogral, escolha quatro meninas e quatro meninos. As meninas leem a primeira e terceira estrofes, e os meninos a segunda e a quarta estrofes. A última estrofe será lida por meninas e meninos.

[menina 1] Nossa Senhora Aparecida,
[menina 2] Nas águas do rio Paraíba surgida,
[menina 3] Por lama tão escura revestida,
[menina 4] Imagem cheia de graça escondida,
[todas as meninas] Que aos pobres foi oferecida.
[menino 1] Teu corpo em duas partes cortado,
[menino 2] Expunha a dor do pobre açoitado,
[menino 3] Que pela escravidão vivia acorrentado
[menino 4] E pelos ricos senhores era explorado,
[todos os meninos] Sem esperança de ser libertado.
[menina 1] Por pobres mãos foi pescada
[menina 2] A imagem que ao rio foi jogada,
[menina 3] Tendo do corpo a cabeça separada.
[menina 4] Veio devolver à vida desamparada
[todas as meninas] A felicidade de ser abençoada.
[menino 1] A luz da esperança ela acendeu.
[menino 2] Os grilhões da escravidão ela rompeu.
[menino 3] De homens sem fé o coração converteu.
[menino 4] A visão da menina pobre ela devolveu.
[todos os meninos] Poe ela uma imensidão de milagres se deu.
[todas as meninas] O clamor do pobre e do escravo Deus ouviu
[todos os meninos] E por amor a eles, do rio Maria surgiu,
[todas as crianças] Devolvendo a confiança ao povo do Brasil.

Fonte: http://soucatequista.com.br/confira-as-atividades-e-dinamicas-em-homenagem-a-nossa-senhora-aparecida.html#1537809524019-fc99c145-7914