Brincando com Jesus no clima da Copa

Brincando com Jesus no clima da Copa
Fonte: Revista Pegadas, Ano XVI Número 179 - jun/2014

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Dinâmica: Bênção ou Maldição?


Queridos Amigos da Iniciação Cristã,
Infelizmente não é preciso muito esforço para perceber quão grosseiro está o vocabulário de muitos adolescentes e jovens de hoje. Palavras feias, pesadas, sinal de má educação, soam até como um elogio e são usadas em qualquer ambiente. Quantas vezes, ao passar por um grupo de estudantes, nos sentimos envergonhados com o que ouvimos?
Então, queridos catequistas, lutar para mudar essa situação tão triste também é tarefa nossa. O Senhor nos convida, através da sua Palavra, em tantos textos das Sagradas Escrituras, a ensinar aos nossos catequizandos que “ quem vigia a própria boca guarda a sua vida, mas se perde quem escancara os lábios.” (Pro 13,3)

Dinâmica: Bênção ou Maldição?

Objetivo: Identificar na comunicação entre adolescentes e jovens o uso de frases grosseiras; o que é considerado como desrespeito ao outro.
Material: papel, lápis ou caneta.
Texto para reflexão: Carta de São Tiago, capítulo 3.

Desenvolvimento:
1. Formar duplas.
2. Dar a cada dupla uma folha de papel e pedir que escrevam todas as frases que ouvem no dia-a-dia e que consideram agressivas, ofensivas, ou que causam desconforto.
3. Cada dupla deve escolher apenas uma das frases escritas para apresentar ao grupo.
4. Em seguida, pedir que reescrevam, de maneira gentil, a frase escolhida.
5. Cada dupla deverá ler para o grupo a frase original e a frase transformada.
6. Abrir para que o grupo faça as suas considerações, interferindo, quando necessário.
7. Ler, meditar e orar a epístola de S. Tiago, capítulo 3. Pode-se cantar alguma música ligada ao tema (Por ex. Palavra não foi feita para dividir ninguém...)
8. Como tarefa para a semana seguinte, propor um compromisso que pode ser: observar quantas vezes foi capaz de evitar, seja na comunicação em casa ou com amigos, tudo que foi considerado ofensivo para um adolescente ou jovem cristão. A proposta também pode incluir a correção fraterna no grupo.
9. O assunto deve ser retomado nos encontros seguintes, rapidamente, para lembrá-los do compromisso e incentivá-los.
“A língua suave é árvore da vida, a língua perversa quebra o coração.” (Pro 15,4)

Nenhum comentário:

Postar um comentário